Conheça os Diferentes Tipos de Colágeno e Seus Benefícios para o Organismo

tipos-de-colageno

No artigo da semana passada, apresentamos a você o colágeno e todos os benefícios que ele oferece ao nosso corpo. Mas é importante entender os vários tipos de colágeno e que os diferentes tipos dessa proteína têm efeitos diferenciados no organismo.

Aqui, explicaremos os tipos de colágeno mais abundantes, bem como as variadas fontes de colágeno na alimentação.

Os Tipos de Colágeno

Os tipos de colágeno contêm diferentes proteínas que servem a propósitos separados dentro do corpo. Mais de 90 por cento do colágeno no corpo é composto de colágeno tipo 1 e 3. Proteínas destes tipos incluem glicina, prolina, alanina e hidroxiprolina.

O colágeno tipo 2 é produzido pelos condrócitos (a matriz não celular da cartilagem) – um enchimento semelhante a líquido dentro da cartilagem.

Mais frequentemente, os tipos I e III de colágeno são suplementados juntamente. Isso ocorre porque esses dois tipos de colágeno são os mais abundantes e servem a funções similares. Esses dois tipos de colágeno são produzidos por osteoblastos e fibroblastos, que são células localizadas em nossos tecidos conectivos e células que criam os ossos, respectivamente, e são componentes-chave na manutenção da pele, unhas, ossos, cabelos e músculos.

Os Tipos de Colágeno e suas Funções

O colágeno tipo I pode ser encontrado em todo o corpo, exceto nos tecidos cartilaginosos. Este tipo de colágeno é a chave para repor a pele e, consequentemente, ajudar a reverter o envelhecimento. Ensaios clínicos em pacientes que suplementaram com colágeno tipo I mostraram hidratação e firmeza aumentadas da pele, bem como diminuição das rugas.

O colágeno tipo III pode ser encontrado em nossas paredes arteriais, bem como em outros órgãos. Também ocorre tipicamente em fibras musculares semelhantes, juntamente com o tipo I.

A proteína do colágeno tipo 2 compõe os fluidos e age na cartilagem e articulações. Os suplementos de colágeno tipo 2 devem ser tomados separadamente dos tipos 1 e 3 para garantir uma absorção adequada.

O colágeno tipo II vem do frango e é útil no reparo de suas articulações e cartilagem, possivelmente capaz de melhorar a função do maxilar, das costas e as articulações – isso inclui reduzir os irritantes estalos nos joelhos.

Os Tipos de Colágeno e suas Fontes

O colágeno bovino consiste de colágeno tipo I e tipo III. O colágeno bovino pode ser encontrado na cartilagem, ossos ou peles de vacas. Na maioria das vezes, os suplementos de colágeno feitos de colágeno bovino vêm dos couros de vacas. A suplementação com colágeno bovino fornece benefícios para os ossos, articulações, pele e intestino.

O colágeno marinho consiste em colágeno apenas do tipo I, vem do peixe e tem o menor tamanho de partícula, bem como o menor peso molecular de todos os outros tipos de colágeno. Isso significa um acesso ainda mais fácil através da corrente sanguínea para um melhor reparo e uma nutrição eficaz. O colágeno marinho é conhecido por seus benefícios antienvelhecimento, inclusive ajudando a diminuir as rugas e reduzindo a aparência das cicatrizes.

Contudo, o colágeno não vem apenas de peixe e carne. O colágeno pode vir de uma variedade de fontes, incluindo frango, porco e ovo. Do frango, é geralmente extraído da cartilagem de peito de frango, sendo um colágeno tipo II e, portanto, benéfico para fins medicinais, particularmente para as articulações, ossos e cartilagem.

O colágeno do ovo pode ser encontrado naturalmente tanto na gema quanto na membrana dos ovos de galinha, contendo colágeno tipo I e tipo V (o colágeno tipo V é importante para o cabelo, a placenta e as superfícies de nossas células). Ele também contém muitas outras proteínas que ajudam a promover a produção de colágeno do corpo.

Finalmente, há colágeno de porco, que é encontrado principalmente na pele de porco. Rico em glicina, o colágeno de porco é conhecido principalmente por seus benefícios para a pele.

Embora seja possível obter colágeno através da dieta, ao consumir produtos de origem animal, como carnes gelatinosas, cartilagem em ossos e pele de aves, pode ser desagradável ou difícil comer o suficiente para suportar os requisitos do seu corpo. Seu dermatologista de confiança pode ajudar a escolher o suplemento que fornece o tipo de colágeno mais indicado para você.

Dra Viviane CCampos

Dra Viviane CCampos

Você Sabe Quando Procurar um Dermatologista?

O dermatologista é o médico especialista no maior órgão do corpo humano: a pele. Além disto, ele também trata de todos os tecidos classificados como epiteliais: pelos, unhas, cabelos e mucosas. Veja neste artigo quando procurar um dermatologista para prevenir e tratar qualquer problema que possa afetar essas partes do corpo humano.
Dra Viviane CCampos
Categories : Alimentação Estética Pele

Todos os utilizadores da plataforma se comprometem a divulgar apenas informações verdadeiras. Caso o comentário não trate de uma experiência pessoal, forneça referências(links) sobre qualquer informação médica à ser publicada. O público pode realizar comentários, alterar ou apagar o mesmo. Os comentários são visíveis a todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *