Quando Procurar um Psicólogo?

Quando Procurar um Psicólogo?

Quando Procurar um Psicólogo

A Psicologia é a área da Saúde que ajuda na manutenção do bem-estar mental das pessoas. Graças à sua formação acadêmica e, principalmente, sua vocação, o psicólogo é capaz de favorecer às pessoas o processo de retomar, ou conquistar, o contato consigo mesmas. Mas você sabe quando procurar um psicólogo?

Existem inúmeras situações do nosso cotidiano em que podemos contar com a experiência deste profissional. Ficou curioso? Então, continue conosco nessa página, pois vamos lhe mostrar como um psicólogo pode ajudar em diversos setores da sua vida.

Quando Procurar um Psicólogo?

Algumas pessoas ainda pensam que devemos ir a um psicólogo apenas em momentos de descontrole emocional. Existem, sim, inúmeras situações em que precisamos de ajuda profissional para lidar com nossas emoções.

No entanto, a prevenção é a melhor forma de cuidar da saúde mental, por meio do autoconhecimento e do fortalecimento de suas capacidades. Veja a seguir alguns motivos para procurar um psicólogo:

Buscar Autoconhecimento

Buscar AutoconhecimentoSentir-se angustiado, triste, deprimido e sem motivação para vivenciar os momentos, tanto no âmbito pessoal, quanto social pode indicar a necessidade de um melhor autoconhecimento.

Por meio da relação terapêutica, é possível passar a conhecer melhor certos aspectos de si mesmo, compreender o motivo para algumas atitudes, sentimentos e situações que frequentemente ocorrem em sua vida.

Assim, torna-se mais fácil lidar com suas emoções e seu comportamento, aproveitando melhor os acontecimentos em sua vida.

Modificar Comportamentos, Sentimentos ou Hábitos

É possível que os comportamentos e sentimentos que você não consegue controlar sejam uma forma da sua mente lhe dizer que algo não está bem.

Comer ou comprar coisas de forma compulsiva, tendo problemas de excesso de peso por comer demais, sentir medo de sair de casa, de dirigir ou de interagir com pessoas, chorar excessivamente são exemplos de comportamentos que podem indicar algum distúrbio que precisa de atenção.

Aprender a Lidar com as Situações

Quando estamos imersos em uma situação complicada, é muito difícil visualizar, sozinhos, uma solução. Pode ser uma dificuldade para lidar com a solidão, sentir-se desamparado, com grande carência afetiva, ou então sem saber como lidar com lutos, perdas ou mudanças passados.

Se o impacto dessas situações não for resolvido, a “ferida” emocional estará sempre aberta, dificultando viver de maneira satisfatória.

Diante desses acontecimentos, o psicólogo não diz o que você deve fazer, mas lhe ajuda a pensar com clareza e melhorar sua capacidade de encontrar soluções.

Melhorar suas Relações

Relacionar-se com a pessoa amada, com a família, com amigos ou mesmo com os colegas de trabalho pode não ser muito fácil, principalmente quando os aspectos de nossa história e de nossa personalidade entram em conflito com o que o outro carrega como bagagem.

Neste momento, problemas conjugais, dificuldades de convivência, brigas e separações podem causar sofrimento em todos os envolvidos na situação.

No entanto, não é preciso aguardar por grandes dificuldades, como a separação conjugal, para buscar apoio psicológico. A busca pelo psicólogo é uma forma de desenvolver suas habilidades de relacionamento e melhorar nesse aspecto.

Auxiliar no Tratamento de Doenças

sucesso no tratamentoQuando certos sintomas persistem em sua vida e você tem dificuldade para resolvê-los, o psicólogo pode lhe ajudar a compreender seus sentimentos e emoções e a lidar com eles.

As dores físicas, como dor de cabeça, no pescoço, nas costas, rigidez nos ombros, tensão muscular, podem estar relacionadas a problemas emocionais, por exemplo estresse, ansiedade, tristeza, raiva ou depressão.

Situações de insônia crônica – quando a pessoa não consegue dormir todas as noites -, ou mesmo pesadelos, podem estar relacionados a medos, raiva e ansiedade. O psicólogo pode ajudar a identificar esses sentimentos, assim como a forma para lidar com eles.

Facilitar o Desafio de Lidar com os Filhos

Na infância e na adolescência dos filhos, os pais podem ter dificuldade para lidar com diversas situações, sentindo-se impotentes diante de filhos descontrolados emocionalmente.

O psicólogo pode ajudar os pais a lidar com suas próprias emoções, diante desta realidade, assim como prepará-los no sentido de suprir as necessidades e emoções pessoais de seus filhos.

O psicólogo também pode orientar os pais sobre como lidar com filhos ansiosos, agitados, que comem demais, não obedecem e desafiam sua autoridade. Quando a criança tem dificuldade para dormir à noite, sente medos, tem pesadelos, sendo que o sintoma prevalece sem melhoras, também pode ser o momento de contar com ajuda psicológica.

Na escola, comportamentos como desafio à autoridade do professor, roubo de material escolar, brigas e indisciplina, assim como dificuldades de aprendizagem (falta de motivação para estudar, lições incompletas, falta de atenção e memorização para os estudos) podem representar a necessidade de um acompanhamento psicológico.

É importante salientar que o psicólogo está preparado não apenas para ouvir você e lhe dar conselhos, o que faria um amigo, por exemplo. Este profissional tem como principal objetivo capacitar seu paciente para compreender-se, lidar consigo mesmo e com os outros, estando preparado para tirar o máximo proveito da vida.

Compartilhe