Neuropatia Diabética – Conheça as Causas e Sintomas da Principal Complicação da Diabetes

neuropatia-diabetica

Neuropatia Diabética: Estima-se que 371 milhões de pessoas na faixa etária de 20 a 79 anos, em todo o mundo, enfrentem a diabetes mellitus e que pelo menos metade delas desconhecem o diagnóstico. Entre as complicações microvasculares, a neuropatia diabética é a mais prevalente, levando às maiores taxas de internação, amputações e incapacidade.

Este artigo fornece informações sobre a neuropatia diabética, enfocando suas causas e sintomas. Acompanhe.

Conheça a Neuropatia Diabética

A neuropatia diabética é um conjunto de diferentes manifestações clínicas que afetam o sistema nervoso periférico (SNP) como complicação da diabetes mellitus (DM). Pode ter diferentes manifestações, mecanismos fisiopatológicos, início e evolução do quadro, sendo a polineuropatia simétrica distal sua apresentação mais frequente e principal mecanismo para o desenvolvimento do pé diabético.

Causas da Neuropatia Diabética

Níveis elevados de glicose e lipídios (gordura) no sangue, e os subprodutos tóxicos que eles geram através de seu metabolismo, são considerados as principais causas de neuropatia associada à diabetes. No entanto, o bom controle da glicose em pessoas com diabetes tipo 1 pode reduzir a neuropatia em 60%.

Os benefícios do bom controle da glicose em pessoas com diabetes tipo 2 são mais modestos. Melhorar os níveis lipídicos também pode reduzir a incidência de danos nos nervos em pessoas com diabetes tipo 2.

Quanto mais tempo a pessoa tem diabetes e quanto pior for o seu controle, maior é o risco de neuropatia diabética.

As pessoas que experimentam complicações da diabetes em outras partes do corpo (como nos rins, coração ou olhos) também têm maior probabilidade de desenvolver neuropatia, pois os mesmos fatores que causam esses problemas também contribuem para a neuropatia. Tabagismo, hipertensão arterial e excesso de peso também aumentam a probabilidade de que pessoas com diabetes sofram danos nos nervos.

Sintomas da Neuropatia Diabética

Em geral, os Sintomas da Neuropatia Diabética se desenvolvem gradualmente; eles podem surgir como dores fracas e infrequentes no início, mas, à medida que os nervos tornam-se mais danificados, os sintomas podem aumentar. Converse com seu Médico e ou seu Cardiologista se notar algum sintoma ou alteração, mesmo que isso o incomode de vez em quando ou pareça insignificante. Você pode obter alívio – e pode precisar de ajuda para prevenir complicações, como infecções nos pés. Os sintomas mais frequentes incluem:

  • Dor;
  • Sensações de queimadura, pontadas ou choque elétrico;
  • Dormência;
  • Formigamento;
  • Fraqueza muscular;
  • Coordenação dificultada;
  • Cãibras musculares e/ou espasmos;
  • Insensibilidade à dor e/ou temperatura;
  • Sensibilidade extrema até mesmo ao toque mais leve.

Os sintomas, que também são conhecidos como dor neuropática, podem ser piores à noite.
Danos a pequenas fibras nervosas causam dor – para alguns, até usar meias e sapatos ou o toque de lençóis e cobertores nos pés durante a noite é insuportável.

Danos a fibras grandes causam:

  • Formigamento,
  • Dormência,
  • Fraqueza e
  • Problemas de Equilíbrio/Coordenação.

Pode parecer que seus pés estão envoltos em meias extremamente grossas.

Até metade de todas as pessoas com neuropatia não notam nenhum sintoma – ou não percebem a causa. Isso pode ser perigoso. Se seus pés estão dormentes, por exemplo, você pode não notar pequenos arranhões, bolhas ou cortes que podem levar a infecções graves, e até mesmo à necessidade de amputação.

Diagnóstico e Tratamento

O diagnóstico precoce e preciso permite uma abordagem terapêutica adequada, prevenindo a progressão da neuropatia e complicações graves posteriores.

Para tanto, é necessário obter uma história clínica acurada, além de exames neurológicos completos e exames complementares, a fim de identificar sinais de comprometimento das fibras nervosas.

Seu tratamento depende do controle glicêmico adequado e da abordagem da dor neuropática, quando presente.

No próximo artigo, vamos abordar em detalhes as possíveis abordagens terapêuticas da neuropatia diabética.

Compartilhe
Categories : Diabetes Saúde Cardíaca

Todos os utilizadores da plataforma se comprometem a divulgar apenas informações verdadeiras. Caso o comentário não trate de uma experiência pessoal, forneça referências(links) sobre qualquer informação médica à ser publicada. O público pode realizar comentários, alterar ou apagar o mesmo. Os comentários são visíveis a todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *