Desequilíbrio de Sódio – Conheça as Causas e os Riscos

desequilibrio-de-sodio

Cada célula do corpo precisa de água para sobreviver, mas o equilíbrio de fluidos no organismo não é afetado somente pela água absorvida de alimentos e bebidas e liberada na urina e no suor, mas também pela concentração de sódio. O desequilíbrio de sódio resulta em dois distúrbios diferentes, conhecidos como hiponatremia (níveis baixos de sódio no organismo) e hipernatremia (níveis elevados de sódio no organismo). Saiba mais sobre estas duas condições com a leitura deste artigo.

Conheça o Desequilíbrio de Sódio

O sódio é um eletrólito. Os eletrólitos são minerais que carregam uma carga elétrica quando dissolvidos em um líquido, como o sangue. No corpo, o sódio é encontrado principalmente no fluido fora das células e desempenha um papel importante no movimento da água para dentro e para fora deles.

Na hiponatremia, um excesso de água no corpo pode levar a uma baixa concentração de sódio no sangue. E em hipernatremia, um déficit de água no corpo pode levar a uma alta concentração de sódio no sangue.

Desequilíbrio de Sódio – Conheça a Hiponatremia

A hiponatremia consiste na baixa concentração de sódio no sangue por conta de uma retenção excessiva de água. Nesta anormalidade eletrolítica há muita água no corpo, e isso dilui os níveis de sódio na corrente sanguínea.

Quando os níveis de sódio no sangue estão muito baixos, a água extra entra nas células do corpo, fazendo com que elas inchem. Esse inchaço pode ser especialmente perigoso para as células cerebrais, resultando em sintomas neurológicos, como dor de cabeça, confusão, irritabilidade, convulsões ou mesmo coma.

Os sintomas de hiponatremia podem ser mais graves quando os níveis de sódio no sangue caem muito rapidamente e podem ser mais leves quando eles diminuem gradualmente, pois isso permite que o corpo tenha mais tempo para se ajustar à mudança. Outros sintomas do distúrbio incluem cãibras musculares ou fraqueza, náuseas, vômitos, cansaço e falta de energia.

Causas da Hiponatremia

A hiponatremia pode resultar de uma doença ou do uso de certos medicamentos. Algumas das causas podem incluir:

  • Vômito severo ou diarréia;
  • Ingestão excessiva de líquidos, como durante atividades de resistência ou de sede excessiva;
  • Tomar diuréticos (medicamentos que ajudam a liberar o excesso de água e sódio do corpo);
  • Insuficiência renal, uma condição na qual os rins têm dificuldade em eliminar o fluido extra do corpo.;
  • Insuficiência cardíaca congestiva, que pode levar a um acúmulo de líquido em excesso no corpo;
  • Queimaduras afetando uma grande área do corpo;
  • Câncer de pulmão de pequenas células;
  • Tomar antidepressivos, incluindo alguns inibidores seletivos da recaptação da serotonina, particularmente em adultos mais velhos;
  • Síndrome de secreção inadequada do hormônio antidiurético, uma condição na qual o organismo produz muito hormônio antidiurético, fazendo com que o corpo retenha muita água e diluindo os níveis de sódio;
  • As pessoas também podem consumir quantidades excessivas de água durante o exercício e desenvolver hiponatremia. A hiponatremia associada ao exercício tem maior probabilidade de afetar atletas como maratonistas, triatletas e competidores de corrida de longa distância.

A hiponatremia não é uma condição permanente, embora algumas pessoas sejam mais propensas ao transtorno do que outras, devido a hábitos de vida ou condição médica.

Você está lendo: Desequilíbrio de Sódio – Conheça as Causas e os Riscos

Tratamento da Hiponatremia

O tratamento da hiponatremia depende de sua causa e gravidade. Em casos moderados de hiponatremia que resultam de dieta, uso de diuréticos ou ingestão excessiva de água, uma pessoa pode precisar restringir a ingestão de água, consumir alimentos salgados ou ajustar a ingestão de diuréticos para aumentar os níveis de sódio no sangue.

Uma pessoa com hiponatremia grave pode receber uma solução salina muito concentrada por via intravenosa. Mas os níveis de sódio precisam ser corrigidos lentamente e de forma controlada, para evitar o inchaço do tecido cerebral.

Desequilíbrio de Sódio – Conheça a Hipernatremia

Na hipernatremia, o corpo contém pouca água em relação à quantidade de sódio. Isso faz com que os níveis de sódio se tornem anormalmente altos no sangue e a água se move dos tecidos do corpo para o sangue, na tentativa de equalizar a concentração entre ambos. A água pode ser perdida das células do cérebro, fazendo com que elas encolham, o que pode ser perigoso.

Demasiado sódio no sangue é um problema comum em adultos mais velhos, especialmente aqueles que foram hospitalizados ou estão em instalações de cuidados de longo prazo. O distúrbio também pode afetar pessoas muito mais jovens: os bebês podem apresentar hipernatremia se tiverem diarreia grave, por exemplo.

Causas e Sintomas da Hipernatremia

Além da sede, muitos dos sintomas da hipernatremia – como irritabilidade, inquietação e espasmos musculares – afetam o sistema nervoso central e resultam da perda de conteúdo de água das células cerebrais. Em alguns casos, a hipernatremia pode ser fatal. Semelhante à hiponatremia, outros sintomas de hipernatremia incluem sensação de cansaço ou falta de energia, confusão, convulsões ou coma.

A principal causa de hipernatremia geralmente envolve desidratação, devido a um mecanismo de sede prejudicada ou acesso limitado à água. O distúrbio também pode resultar de diarréia ou vômito, ingestão de medicamentos diuréticos ou febre alta.

Pessoas que nem sempre são capazes de beber água podem estar em maior risco de hipernatremia. Isso inclui pessoas em alimentação por sonda e aquelas com estado mental alterado (acidente vascular cerebral ou demência), além de pessoas muito jovens ou muito idosas e frágeis.

As pessoas idosas são mais propensas a hipernatremia porque seu mecanismo de sede, função renal e hormônios que regulam o equilíbrio de sal e água podem não funcionar tão bem.

Você está lendo: Desequilíbrio de Sódio – Conheça as Causas e os Riscos

Tratamento da Hipernatremia

O principal tratamento para a hipernatremia é simplesmente reabastecer os líquidos. Uma pessoa com um caso leve de hipernatremia geralmente pode apenas beber fluidos para se recuperar. Mas em casos mais severos, água e uma pequena quantidade de sódio são administrados por via intravenosa em quantidades controladas ao longo de um período de 48 horas, a fim de reduzir lentamente os níveis de sódio para um intervalo normal.

Os níveis de líquidos são corrigidos lentamente para evitar o risco de edema cerebral, uma condição perigosa em que há inchaço do cérebro.

A hipernatremia pode ser fatal e pode causar dano cerebral permanente se não for tratada adequadamente. Por este motivo, é importante realizar o acompanhamento com seu médico cardiologista de confiança, capaz de identificar esta condição por meio de exames regulares e tomar medidas preventivas contra possíveis complicações.

Categories : Alimentação Estilo de Vida Saúde Cardíaca

Todos os utilizadores da plataforma se comprometem a divulgar apenas informações verdadeiras. Caso o comentário não trate de uma experiência pessoal, forneça referências(links) sobre qualquer informação médica à ser publicada. O público pode realizar comentários, alterar ou apagar o mesmo. Os comentários são visíveis a todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *