fbpx

Quais são os Cuidados para a Pele com Rosácea?

pele-com-rosacea

Quais são os Cuidados para a Pele com Rosácea?

Rosácea é uma condição crônica, mas tratável, que afeta principalmente a face central com rubor ou vermelhidão. Embora a rosácea possa se desenvolver de muitas maneiras e em qualquer idade, as pesquisas com pacientes indicam que ela normalmente começa a qualquer momento após os 30 anos, sendo mais frequente nas bochechas, nariz, queixo ou testa.

Com a leitura deste artigo, você saberá mais sobre esta condição comum e como cuidar da pele após seu aparecimento.

A Pele com Rosácea

O primeiro sinal de rosácea geralmente é vermelhidão. Pode parecer um rubor ou queimadura de sol no nariz, bochechas, testa ou queixo. Outros sintomas incluem inchaços vermelhos ou cheios de pus e pequenos vasos sanguíneos. Para algumas pessoas, a pele do nariz pode ficar vermelha, grossa e inchada, causada pelo excesso de tecido. A rosácea também pode afetar seus olhos, tornando-os vermelhos ou lacrimejantes. Pode irritar e inflamar as pálpebras e a parte branca do olho, causando conjuntivite.

Causas

A causa exata da rosácea é desconhecida. No entanto, possíveis causas podem incluir disfunção nos sistemas imunológico, nervoso ou vascular. A condição tende a correr em famílias, principalmente em pessoas que são de pele clara. Os sintomas geralmente começam em adultos entre 30 e 60 anos de idade. As mulheres têm mais rosácea nas bochechas e queixo, enquanto os homens são mais propensos a ficar com a pele do nariz vermelha, grossa e inchada, pelo excesso de tecido, sendo mais grave.

A Pele com Rosácea pode ser Evitada?

Como a causa da rosácea é desconhecida, ainda não é possível evitá-la. No entanto, existem cuidados que você pode tomar para evitar surtos. Estes incluem mudanças em seu estilo de vida e ambiente. Os gatilhos variam de acordo como a pessoa e podem levar algum tempo para serem identificados, sendo que os mais comuns incluem:

  • Calor direto ou indireto, como sol ou banhos quentes;
  • Clima, como temperaturas quentes ou muito frias e ventos fortes;
  • Produtos de cuidados com a pele muito agressivos;
  • Exercício intenso ou sudorese;
  • Estresse ou ansiedade;
  • Ingestão de álcool ou certos alimentos;
  • Menopausa;
  • Outras condições de pele ou saúde.

Tratamento

A ingestão de medicamentos específicos é a forma mais comum de tratamento para a rosácea. O tipo de medicamento recomendado dependerá dos seus sintomas, podendo incluir antibióticos na forma de comprimidos, gel ou creme.

Pode levar 2 meses ou mais para que o tratamento funcione. À medida com que os sintomas melhoram, a quantidade de medicamento pode ser reduzida ou interrompida. Mas é importante considerar que a pele de cada pessoa é diferente e o seu médico pode querer ajustar o seu tratamento.

Como Viver Melhor com a Pele com Rosácea

A rosácea não pode ser curada, mas o tratamento pode ajudar a aliviar os sintomas e melhorar a aparência da pele. Lembre-se sempre de usar protetor solar e evite os gatilhos já conhecidos para evitar surtos.

Se não for tratada, a rosácea pode piorar com o tempo e ter efeitos emocionais e sociais. Algumas pessoas perdem a autoestima e não gostam de ser vistas em público por causa de sua aparência. É importante trabalhar em conjunto com o seu médico dermatologista de confiança, para tratar os sintomas e melhorar sua qualidade de vida.

Dra Viviane CCampos

Você Sabe Quando Procurar um Dermatologista?

O dermatologista é o médico especialista no maior órgão do corpo humano: a pele. Além disto, ele também trata de todos os tecidos classificados como epiteliais: pelos, unhas, cabelos e mucosas. Veja neste artigo quando procurar um dermatologista para prevenir e tratar qualquer problema que possa afetar essas partes do corpo humano.
Dra Viviane CCampos
Compartilhe
Categories : Ansiedade Estética Estresse Pele Sistema Imunológico

Todos os utilizadores da plataforma se comprometem a divulgar apenas informações verdadeiras. Caso o comentário não trate de uma experiência pessoal, forneça referências(links) sobre qualquer informação médica à ser publicada. O público pode realizar comentários, alterar ou apagar o mesmo. Os comentários são visíveis a todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *