Aplicação de Toxina Botulínica – Conheça esta Aliada da Estética Facial

aplicacao-toxina-botulinica

A aplicação de toxina botulínica é um procedimento aprovado pela Food and Drug Administration (FDA) dos EUA, para o tratamento estético de levantamento e remodelação das sobrancelhas, atenuação das linhas de expressão ao redor dos lábios e correção da assimetria facial.

Aplicação de Toxina Botulínica na Estética Médica

O principal objetivo do tratamento com toxina botulínica na estética médica é alcançar o equilíbrio entre as rugas causadas por músculos hiperativos, mantendo a harmonia facial natural.

As rugas são uma consequência do envelhecimento dos tecidos faciais, que envolve mudanças na qualidade da pele, diminuição de volume e elasticidade do tecido, redistribuição da plenitude subcutânea e reabsorção óssea progressiva, fatores que resultam em uma queda gravitacional.

O uso de toxina botulínica é uma alternativa de baixo custo e acessível à cirurgia, sendo comum na região da cabeça e pescoço, para a redução das linhas horizontais da testa, as linhas glabelares (franzidas) e do canto lateral (pés de galinha), além de trazer melhora na aparência dos lábios (projeção e código de barras) e do músculo platisma no pescoço.

A Toxina Botulínica

A toxina botulínica está comercialmente disponível como Botox® ou Dysport®. A toxina é uma substância produzida pela bactéria Clostridium botulinum e existem vários outros tipos, mas o tipo A, mais usado comercialmente, é o mais potente.

O mecanismo da toxina botulínica consiste em bloquear a acetilcolina, uma substância química responsável pela transmissão de impulsos elétricos que causam a contração muscular. Isso resulta em paralisia muscular temporária, já que o novo crescimento dos nervos pode reativar a função dos músculos.

Aplicação de Toxina Botulínica – Como é Realizada

A toxina botulínica é injetada diretamente nos músculos que causam a formação das rugas, por meio de uma agulha muito fina.

O tratamento com a aplicação do botox deve ser sob medida, levando em conta fatores como anatomia individual, estrutura óssea, ação e massa dos músculos, assim como as preferências estéticas pessoais, para proporcionar os melhores resultados e a satisfação do paciente com o tratamento.

Aplicação de Toxina Botulínica – Efeitos

A toxina botulínica geralmente começa a apresentar efeito do terceiro ao décimo dia após a injeção, com seu efeito máximo no décimo quinto dia, durando aproximadamente 3-5 meses.

Ao ser injetada nos músculos responsáveis ​​pelas rugas e linhas de expressão, confere ao rosto uma aparência mais relaxada, suave e descansada. Quando um gradual desvanecimento do efeito do tratamento é percebido, o mesmo pode ser realizado novamente.

Quando as linhas de expressão são muito pesadas, tratamentos repetidos podem ser necessários e, às vezes, associados ao preenchimento com ácido hialurônico para um efeito satisfatório.

Efeitos Colaterais e Contraindicações

Podem ocorrer desconfortos localizados, mas geralmente não é necessária sedação ou anestesia local. Mas um carinho é sempre bem vindo: anestésicos tópicos importados são sempre uma boa opção durante o procedimento. Atividades normais podem seRr retomadas imediatamente: há 3 anos após publicação em congresso americano, não são mais necessárias as 3 horas sem realização de atividades físicas ou lavar o cabelo.

Os efeitos colaterais relatados são, em sua maioria, devido à realização da infiltração, como dor, edema ou pequenos hematomas e podem ser aliviados com o uso de analgésicos e cuidados locais, desaparecendo em alguns dias.

Toxinas botulínicas que sejam ligadas a proteínas não similares à humana ou sem ligação a proteínas podem levar à resistência do paciente após um certo número de aplicações, devido à formação de anticorpos. Por este motivo, a aplicação da toxina botulínica deve ser feita apenas pelo médico dermatologista, que é capaz de avaliar todos estes aspectos, indicando dosagem e frequência adequada para cada caso.

Dra Viviane CCampos

Você Sabe Quando Procurar um Dermatologista?

O dermatologista é o médico especialista no maior órgão do corpo humano: a pele. Além disto, ele também trata de todos os tecidos classificados como epiteliais: pelos, unhas, cabelos e mucosas. Veja neste artigo quando procurar um dermatologista para prevenir e tratar qualquer problema que possa afetar essas partes do corpo humano.
Dra Viviane CCampos
Compartilhe
Categories : Estética Toxina Botulínica

Todos os utilizadores da plataforma se comprometem a divulgar apenas informações verdadeiras. Caso o comentário não trate de uma experiência pessoal, forneça referências(links) sobre qualquer informação médica à ser publicada. O público pode realizar comentários, alterar ou apagar o mesmo. Os comentários são visíveis a todos.